O Sacrifício

19-12-2016

Quantas vezes em nossas vidas já precisamos abrir mão de alguma coisa que gostamos? Nem sempre é fácil esta sensação de estar perdendo alguma coisa.

E não tem jeito, mais cedo ou mais tarde, novamente estaremos em outra situação de perda, isto é inevitável. Portanto, não podemos ter controle sobre isso.

Então, o que podemos fazer?

A grande diferença estará na forma como reagimos à perda. Se neste momento você achar que está vivendo uma desordem em sua vida, ruína, que você é uma vítima, digna de pena, você não será nada mais além disso.

Agora, se você é aquele tipo de pessoa que vê muito além daquela situação, que reconhece e se dedica a uma missão maior, que se integra com o todo, ao invés de ficar preso àquele momento, você percebe que não vale a pena de desgastar com algo tão passageiro, não faz sentido!

Então você aprende, cresce, fica mais forte e muda!

E esta mudança está associada com uma maior profundidade do nível de conhecimento que você tem de si próprio. Complicou? Calma, tudo vai ficar claro.

Como já mencionei em entrelinhas, o objetivo de sua rápida estadia nesta vida é, basicamente, aprender. E este aprendizado se dá através das experiências, não tem outro jeito. Por isso que nós experimentamos todo tipo de sensações, como alegria, amargura, ganhos, perdas, privações, amor, angústia, enfim, você sabe como é...

Então, cada vez que nós passamos por uma experiência, estamos colocando à prova o nosso próprio ser e, desta forma, quando aprovados, nos aproximamos mais de quem nós realmente somos, e não este aspecto que vive nesta vida. Nos conectamos ao nosso ser eterno, porque nos aproximamos um pouquinho mais da perfeição almejada.

Então, ao mesmo tempo que o Cinco de Ouros nos apresenta este vazio existencial que existe dentro de nós, ele nos lembra que este vazio só existe para ser preenchido.

Então, da próxima vez que você se ver em uma situação de perda, ou qualquer outro problema, lembre-se que você é eterno, e que tem um universo inteiro a ser conquistado, em detrimento de algo tão insignificante...

Fiquem em paz.