Conselho Diário do Tarot #155 - A dor da ansiedade

30-10-2017

A ansiedade é um dos piores problemas psicológicos que existem, pois é a porta de entrada para desencadear outros males, afeta a qualidade de vida, a saúde, o amor próprio. Quem é ansioso está o tempo todo com medo, apreensivo e a incerteza o tortura constantemente.

Todos nós temos um pouco da angústia de querer saber o que vai acontecer, da falta de paciência para esperar. O excesso é que se transforma em ansiedade e, caso você não saiba, ela pode causar problemas físicos, como taquicardia, hipertensão, úlceras, dor de cabeça, entre outros. Isso acontece porque é tanta tensão acumulada, que tem que ser descarregada de alguma forma. E quem sofre primeiro é o seu corpo.

Ninguém está livre de ficar ansioso, até certo ponto, a ansiedade é normal. Temos que começar a nos preocupar quando ela começar a prejudicar a nossa vida, seja na área afetiva, profissional, ou qualquer outra. Quando sofremos tanto que não conseguimos fazer mais nada a não ser sofrer, isso já é sinal de problema.

Então, como você se vê, diante de tudo isso que foi colocado? A sua ansiedade lhe faz sofrer tanto assim? Você quer diminuir esta dor? Talvez as dicas a seguir poderão lhe ajudar.

Primeiramente, cuide para que não deixe nada pendente, resolva o que tiver que resolver. Neste caso, aquele conhecido ditado é muito válido: "não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje."

Outra dica boa é ser otimista, ver sempre o lado bom das coisas. Se algo der errado na sua vida, busque focar em algo bom, tire a atenção do que é ruim, transforme o que seria uma fonte de sofrimento em um momento que lhe faça sorrir.

Você costuma fazer atividades físicas? Uma caminhada que seja? Isso ajuda bastante também. Não precisa entrar para uma academia, apenas comece a caminhar mais, use mais escadas, isso já fará uma grande diferença.

Ainda há muitas coisas que você poderia fazer, mas estas dicas já são de grande ajuda. Mas, o mais importante de tudo é você querer sair desta situação. Tem gente que se alimenta do seu próprio sofrimento, mesmo sofrendo gosta de ficar martelando em sua cabeça as lembranças tristes. Neste caso, não tem como fazer muita coisa.

Então, conforme disse, seu primeiro passo é querer, depois tudo é possível, por mais difícil que seja.

Paz e Luz