Conselho Diário do Tarot #114 - Liberte-se

10-08-2017

Hoje vou falar de um assunto recorrente, mas muito importante.

Muita gente me procura com questões de relacionamentos que nada mais são do que dependência afetiva. 

Você quer saber se o que você sente é amor ou dependência afetiva? Então faça este pequeno teste:

- Você coloca a outra pessoa em primeiro lugar em tudo? Você gosta da outra pessoa mais do que você mesma? Você respeita mais a outra pessoa do que você mesma? Se a outra pessoa não quiser nada com você, sua vida acaba? Sua vida sempre está em segundo plano em relação à outra pessoa? Você não consegue dizer não à outra pessoa?

Caso tenha respondido afirmativamente a pelo menos três das perguntas acima, você sofre de dependência afetiva. Sinto lhe dizer, você não está amando a outra pessoa, está apenas viciada nela.

Quando você vive uma dependência afetiva, em algum momento, inevitavelmente, vai haver decepções, porque esta pessoa vai lhe magoar.

E o sentimento mais comum, decorrente desta decepção, é o sentimento de rejeição, que acontece quando a outra pessoa não nos retribui da forma que esperávamos. A partir do momento que a outra pessoa não quer você ou não demonstra aquilo que você quer receber, você tem o sentimento de desespero, de que precisa daquela pessoa para sobreviver.

Identificou-se?

Mas saiba que este sentimento é ilusório, é um sentimento falso.

Mas como deixar de ser um dependente afetivo?

Em primeiro lugar, não esqueça as dores do passado. Isso mesmo que você leu, você tem que seguir em frente, mas não jogue sua história fora. Se você esquecer o que vivenciou, tudo isso será em vão. Nada é tempo perdido, tudo é aprendizado. O que você viveu de ruim no passado sempre vai servir para não repetir mais esta experiência e ajudar os outros também.

Muito mais podemos falar sobre este assunto, mas este texto já se prolongou demais. De qualquer forma, acredite, você pode se libertar.

Quer saber mais? Fale comigo, vamos agendar uma consulta, estarei com você nesta luta.

Paz e Luz